PLANO COVID

Divisa de Carapicuíba e Osasco

Por CARLOS SANTANA 13/12/2020 - 20:02 hs
PLANO COVID
DIVISA DE CARAPICUIBA E OSASCO

Na mesma direção do governo do estado de São Paulo João Dória (PSDB), o prefeito de Carapicuíba Marcos Neves (PSDB) e o de Osasco Rogério Lins (Podemos) movimentam-se traçando o plano de vacinação, além da testagem dos munícipes em massa. Ações que de acordo com o calendário proposto do início da imunização poderão tornar as duas cidades destaques neste processo inevitável. 

  Exemplo de combate a pandemia do novo coronavírus, a Nova Zelândia apresenta cerca de 2100 casos desde o ínicio e 5 mortes por cada milhão de habitantes. Na direção de alinhamento da ciência com políticas de bem estar social o governo de Jacinta Adern pavimentou a sua esperada reeleição. 

 A máxima de "números falam mais do que argumentos" pode se tornar o mote dos pleitos futuros, os quais os líderes referidos neste texto podem aspirar nas próximas eleições. 

 Osasco que corresponde ao 6 PIB do Brasil e 2 do estado de SP passou por diversos impactos econômicos e sociais devido a primeira onda do vírus  que promoveu isolamento social e econômico por diversos meses. Dentre as cidades metropolitanas é uma das que retomam o mesmo patamar de produção do início da crise. Com o levantamento e desativação do Hospital de Campanha da cidade, a administração declara estar pronta para reativar se necessário. Atualmente são cerca de 24 mil casos e 500 mortos osasquenses desde o primeiro caso confirmado.

 O final deste ano também fez com que a cidade de Carapicuíba tivesse o seu protagonismo regional a partir das testagens em massa dos moradores com postos em comunidades e no Ginásio Ayrton Senna. O objetivo da prefeitura é mapear através da testagem rápida e mais precisa (PCR) o nível e concentração de contágio na cidade. Um gol que pode promover vantagens na retomada da normalidade após começarem as vacinações. 

Na contramão do populismo barato do Palácio do Planalto e dos Bandeirantes, sem contar as intenções pragmáticas para viabilizar a segurança sanitária a qual o mundo começa a experimentar; as vizinhas Osasco e Carapicuíba ao que tudo indica assim que houver a certeza da eficácia da Coronavac ou da Pfizer poderão finalmente dar ao seu povo mais do que um discurso, a vida normal de volta.